Sinusite – Dicas para evitar as crises e ter mais sucesso no tratamento

Sinusite é a inflamação dos seios da face (“Buracos” que todos temos nas imediações do nariz e acima dos olhos, primordialmente) que existem para não só diminuir o peso do crânio mas também produzir a secreção que lubrifica o nariz e assim retém impurezas. Na sinusite, esta secreção (“catarro”) fica presa, concentrada e viscosa, assim comprimindo as paredes dos seios da face, provocando inflamação e causando dor. Ocorre que quanto mais esta secreção acumula, mais vai ficando “velha” e fétida por ser infectada por microrganismos (mais comumente vírus – Estudos mostram que menos da metade das sinusites são de etiologia bacteriana); Ou seja: o que principalmente melhora os sintomas de uma sinusite é possibilitar a saída deste catarro dos seios da face e, somente quando necessário, matar o agente infeccioso que está vivendo e multiplicando-se na secreção retida (lembremo-nos que antibióticos em geral servem para combater bactérias e não vírus).

As principais causas da sinusite, portanto, são todas aquelas que levam à retenção de secreção nos seios da face:

  • Tomar pouca água: já que o catarro é composto, em sua maior parte, por água – sem ela, fica grosso demais e bem mais difícil de sair
  • Aspirar fumaça/poeira demais: sujeiras em geral, que vão engrossar a secreção, dificultar sua saída e torná-la ainda mais inflamatória
  • Exposição excessiva ao ar condicionado: o frio excessivo “engrossa” o catarro e piora sua eliminação
  • Alergias mal tratadas ou contato recorrente com o fator de alergia
  • Malformações: falhas anatômicas que possam comprometer a drenagem da secreção.

Uma vez explicado isto, sugestões que podem melhorar os resultados do tratamento prescrito pelo seu médico:

1 – Tomar água direito – MUITA água e regularmente!

2 – Afastar os fatores causais (Sempre que possível).

3 – Lavar a cavidade nasal com soro fisiológico várias vezes por dia, sobretudo após expor-se a odores fortes ou que sabidamente possam causar crises. Duas boas dicas para ajudar nisto:

a) Uma boa dica para ajudar nisto é este dispositivo: http://lota.com.br

b) Usar várias vezes por dia sprays de “soro fisiológico” sob pressão (como Maresis, Fluimare, Marimer e similares), conforme técnica explicada nas bulas deles.

4 – Incline a cabeça para trás e pingue 3 a 5 gotas de água oxigenada em cada narina, conforme explica este vídeo.

5 – Vaporizações constantes: pegue uma panela de água e coloque para ferver. Quando fervendo, desligue e fique respirando o vapor. Este vapor mata boa parte dos microrganismos e melhora a saída da secreção, aliviando os sintomas.

6 – Umidificação – Sinusites são mais comuns em climas secos e, nestes casos, pode ser bem benéfico um umidificador no ambiente, sobretudo durante o sono.

7 – Anti-inflamatórios: Geralmente são utilizados quando em vigência de dor intensa associada ou não a demais sinais inflamatórios.

8 – Antitérmicos (Paracetamol/Dipirona/Ibuprofeno): Recomendáveis, às vezes, quando há muita dor ou febre alta associada.

9 – Antialérgicos: Só recomendo se a alergia estiver MUITO “atacada” (E devemos ter cuidado com eles porque ressecam muito a secreção e assim prejudicam a saída dela dos seios da face, por isso com o potencial de “cronificar” a sinusite).

10 – Antibióticos: Somente recomendo quando há suspeita forte de infecção bacteriana (lembrando que isto corresponde à minoria dos casos), confirmada ou não por exames, mas normalmente associada a febre alta. Os antibióticos agem no organismo todo e têm o potencial de prejudicar muito as floras bacterianas benéficas intestinais, bucais, vaginais, urinárias, etc. E isto muitas vezes torna o paciente mais propício a infecções nestes locais, em um futuro próximo. Some-se a isso que boa parte dos antibióticos tem dificuldade de penetrar nos seios da face e efetivamente chegar à infecção no catarro…

11 – Imunoestimulantes: Na minha opinião, muito bem-vindos… Alho (e cebola, que são antibióticos naturais com centenas de bons estudos comprovando suas propriedades também anti-inflamatórias), gengibre, copaíba, vitamina C, Zinco, Epicor, Equinácea purpúrea, Leucogen (Estes 3 últimos sobretudo em casos crônicos e sob prescrição médica).

12 – Exercícios físicos leves (Caminhada, por exemplo) – Indicados porque ajudam a aumentar a temperatura da face e assim melhoram a drenagem da secreção dos seios da face.

13 – Corticoides, na minha opinião, devem ser evitados ao máximo, sempre que possível, porque pioram o funcionamento do sistema imunológico.

14 – Xaropes: Desde que sejam fluidificantes ou expectorantes (Sobretudo os primeiros), a exemplo da acetilcisteína (e outras tantas opções mais naturais), acebrofilina ou mesmo ambroxol. De resto, não vejo como possam ajudar muito…

Infelizmente, entretanto, um erro comum de muitos colegas médicos é focar o tratamento no uso de medicações, com exagero, na maioria das vezes; mas a reflexão neste sentido, deixo para o leitor.

Quer dicas de como cuidar da sua saúde? Acesse nosso post repleto de informações valiosas sobre como melhorar a sua saúde.

brown couch
SAÚDE, hoje e sempre SAIBA MAIS

Este texto e/ou vídeo tem caráter puramente informativo e, de modo algum, pretende substituir a consulta ou o diagnóstico de um profissional de saúde capacitado e bem atualizado sobre o assunto. Também não tem a intenção de prescrever hormônios, suplementações, exames, entre outros. Caso tenha apreciado as dicas apresentadas aqui, é recomendável levar para avaliação de um profissional de saúde de sua confiança, para que, juntos, avaliem a sua adequação ao seu caso específico.

Em caso de urgência ou emergência, procure um pronto-socorro ou um médico de confiança.

Recentemente, lancei meu 9º livro TOTALMENTE GRATUITO. Neste livro, apresento o mapa que meus melhores pacientes utilizaram para obter sucesso com saúde de qualidade. BAIXE AGORA MESMO!

Com o objetivo de assegurar sempre o melhor conteúdo para você, leitor ou leitora, nosso site passa por atualizações constantes. Este post foi atualizado em:

Dr. Ícaro Alves Alcântara

CRM: 11639-DF

Contato: 61 99646 - 7775

(marcação de consultas, inclusive online: pacientes de todo o Brasil e exterior)

Email:

recepção.med@gmail.com

Principal material em SAÚDE

www.icaro.med.br/saude

Entre para nosso grupo no telegram para receber em primeira mão nossos posts

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

HÁBITOS SAÚDAVEIS DE VIDA

ASSUSTOS RELACIONADOS