Saúde definitiva

A questão aqui é simples: quanto mais inflamado estiver seu fígado, mais ele produz Hepcidina, um peptídeo que reduz a absorção de ferro no duodeno (parte do intestino) e diminui sua liberação pelas células que o armazenam no corpo. Em outras palavras, mesmo que você consuma ferro adequadamente na dieta, ingira-o em suplementos ou tenha um estoque razoável dele no corpo, se a inflamação for significativa, o ferro ‘não entra’ no seu corpo e/ou não chega às suas células (onde mais importa) como deveria. Isso leva aos sintomas de carência de ferro. Além disso, é importante destacar alguns aspectos sobre esta questão: o ferro é essencial para muitas funções no organismo, como crescimento, reparo, produção de proteínas, transporte de oxigênio, funcionamento dos nervos, entre outros, mas sobretudo em várias etapas da produção de energia por todas as nossas células.

1️⃣ Basicamente, a produção de hepcidina pelo fígado aumenta em resposta à inflamação, seja ela causada por infecções, intoxicações, álcool, medicamentos, lesões, traumas, exercícios excessivos, falta de sono, muito estresse, entre outros fatores.

2️⃣ A falta de ferro leva a uma maior facilidade na produção e armazenamento de gordura, além de tender a elevar a glicemia.

3️⃣ Inflamação e falta de ferro podem tanto reduzir a produção de T4 pela tireoide (www.icaro.med.br/tireoide) quanto diminuir a conversão do T4 em sua forma ativa, o T3, no fígado. Além disso, a carência de ferro pode impedir que o T3 atue efetivamente nas células, já que o ferro é necessário para ativar os genes que são regulados pelo T3. Nestes casos, o paciente pode desenvolver sintomas de hipotireoidismo, mesmo com níveis de T4 e T3 considerados “normais”.

4️⃣ Nossa sociedade moderna, por vezes, usa antibióticos em excesso e/ou consome carboidratos demais, duas práticas que podem aumentar as infecções por Candida. Vale ressaltar que a Hepcidina é um potente antifúngico, e o corpo pode produzi-la em excesso em casos de infecções por Candida.

Este post foi baseado, em parte, no conteúdo disponível em: https://www.wellnessresources.com/news/stunning-discoveries-regarding-iron-obesity-candida-thyroid]

Este texto e/ou vídeo tem caráter puramente informativo e, de modo algum, pretende substituir a consulta ou o diagnóstico de um profissional de saúde capacitado e bem atualizado sobre o assunto. Também não tem a intenção de prescrever hormônios, suplementações, exames, entre outros. Caso tenha apreciado as dicas apresentadas aqui, é recomendável levar para avaliação de um profissional de saúde de sua confiança, para que, juntos, avaliem a sua adequação ao seu caso específico.

Em caso de urgência ou emergência, procure um pronto-socorro ou um médico de confiança.

Recentemente, lancei meu 9º livro TOTALMENTE GRATUITO. Neste livro, apresento o mapa que meus melhores pacientes utilizaram para obter sucesso com saúde de qualidade. BAIXE AGORA MESMO!

Com o objetivo de assegurar sempre o melhor conteúdo para você, leitor ou leitora, nosso site passa por atualizações constantes. Este post foi atualizado em:

Dr. Ícaro Alves Alcântara

CRM: 11639-DF

Contato: 61 99646 - 7775

(marcação de consultas, inclusive online: pacientes de todo o Brasil e exterior)

Email:

recepção.med@gmail.com

Principal material em SAÚDE

www.icaro.med.br/saude

Entre para nosso grupo no telegram para receber em primeira mão nossos posts

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

HÁBITOS SAÚDAVEIS DE VIDA

ASSUSTOS RELACIONADOS