Os 4 “combustíveis” do organismo humano

Os 4 “combustíveis” do organismo humano

Você conhece alguma máquina que opere sem combustível? Por exemplo, um carro que ande sem gasolina, álcool ou similares (a não ser “ladeira abaixo”, mas mesmo assim impulsionado pela força da gravidade)? Não existe, certo? Com o organismo humano é igual: ele precisa de “combustíveis” para funcionar ou então adoece. De fato, a maioria dos distúrbios e doenças é causada ou mantida por falta ou alguma perturbação no fornecimento desses “combustíveis” para as nossas células.

Mas afinal, quais são esses quatro combustíveis essenciais para a vida humana com equilíbrio e qualidade? São o ar que respiramos, a água que bebemos e os alimentos que ingerimos. Quando eles faltam ou são providos de forma inadequada, adoecemos, permanecemos doentes e até a vida pode tornar-se impossível. Simples assim.

O ar fornece o oxigênio para os pulmões, que o transferem para o sangue. Este, por sua vez, transporta-o para todas as partes do organismo. Dentro das nossas células, na presença essencial de água e nutrientes dos alimentos, é produzida a energia que mantém nossas funções orgânicas e, assim, nossa vida. Por isso, é vital que o sangue circule bem e que nossos pulmões recebam ar adequadamente e extraiam dele o oxigênio necessário, fazendo-o chegar ao sangue em quantidade e qualidade suficientes. Fica claro, portanto, a importância de respirarmos corretamente. A questão é: você respira bem?

Estudos mostram que a maior parte da humanidade não respira de forma adequada, por diversas causas, incluindo doenças e má qualidade do ar. Mas a mais significativa é que respiramos de forma rasa e superficial, utilizando menos de 40% da capacidade dos nossos pulmões, o que impede a renovação adequada do ar dentro deles. Como resultado, não oxigenamos suficientemente nosso sangue, o que reduz a quantidade de oxigênio circulante necessária para uma vida produtiva. E a principal causa dessa respiração superficial é o “mal do século”: o estresse. São raros os indivíduos sem algum grau de estresse psicológico crônico, que limita a movimentação do diafragma, o músculo mais importante para a inspiração e expiração. Com menor mobilidade do que o ideal, impossibilita respirações profundas como deveriam ser.

Yoga, Tai Chi Chuan, técnicas fisioterapêuticas (como RPG), meditação e atividades similares são exemplos de estratégias que ajudam a respirar melhor e são altamente recomendadas para quem pode aprendê-las e aplicá-las no dia a dia. Para quem não tem a possibilidade imediata de praticá-las, aqui vai uma dica simples: várias vezes ao dia, procure expirar o máximo de ar dos seus pulmões e depois inspire profundamente. Você gastará apenas alguns segundos a cada vez que fizer isso e estará renovando uma quantidade de ar significativamente maior nos seus pulmões do que com sua respiração habitual. Crie o hábito de realizar inspirações e expirações mais profundas várias vezes ao dia e sinta os benefícios.

*Somente dois tipos de células “rejeitam” oxigênio: as tumorais e as de gordura (adipócitos). A pergunta é: você “gosta” delas?

Sobre a água, leia mais em http://www.icaro.med.br/agua/: todas as reações químicas no corpo e na mente ocorrem nela ou precisam dela para acontecer. A vida se torna insustentável ao ingerir água em quantidade insuficiente; infelizmente, muitas pessoas descobrem isso da pior forma possível.

Quanto aos alimentos, a importância deles já foi e continua sendo detalhadamente abordada aqui: www.icaro.med.br/ALIMENTACAO. Sem uma alimentação adequada em quantidade e qualidade, o organismo é incapaz de produzir o que precisa, seja energia, estruturas, produção ou reparo, por mais básicos que sejam.

Entenda, portanto, que se Confúcio está correto (e está) ao dizer “Toda caminhada começa por um simples passo”, as bases para a sua saúde (www.icaro.med.br/SAUDE), bem-estar e qualidade de vida verdadeira não estão em tratamentos ou medicamentos “mirabolantes” ou “milagrosos”, mas em hábitos saudáveis de vida e, acima de tudo, no fornecimento adequado dos 4 “combustíveis” essenciais que o organismo precisa para mais que sobreviver: para viver. Reflita e lembre-se disso, para o seu bem, daqui para frente: estes são os 4 primeiros passos dos 12 de Saúde: www.icaro.med.br/12Passos.

Recentemente, lancei meu 9º livro TOTALMENTE GRATUITO. Neste livro, apresento o mapa que meus melhores pacientes utilizaram para obter sucesso com saúde de qualidade. BAIXE AGORA MESMO!

Com o objetivo de assegurar sempre o melhor conteúdo para você, leitor ou leitora, nosso site passa por atualizações constantes. Este post foi atualizado em:

Dr. Ícaro Alves Alcântara

CRM: 11639-DF

Contato: 61 99646 - 7775

(marcação de consultas, inclusive online: pacientes de todo o Brasil e exterior)

Email:

recepção.med@gmail.com

Principal material em SAÚDE

www.icaro.med.br/saude

Entre para nosso grupo no telegram para receber em primeira mão nossos posts

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

HÁBITOS SAÚDAVEIS DE VIDA

ASSUSTOS RELACIONADOS

Receba atualizações sobre saúde no seu email

Inscreva-se para receber dicas incríveis sobre saúde, bem-estar e hábitos saudáveis de vida, além de outros assuntos relevantes na área da saúde. Mantenha-se atualizado para uma vida mais saudável e feliz.