Superdotados: Realidade, Mitos e Dicas em Saúde

VÍDEO 1 – Superdotação e Altas Habilidades – Com a Dra. Olzeni Ribeiro e Dr. Ícaro Alves Alcântara

VÍDEO 2 – A PSICOLOGIA DA SUPERDOTAÇÃO – COM DR. JEAN ALESSANDRO

DICAS EM SAÚDE:

Em abril de 2024, fiz uma série de postagens no meu Instagram sobre: ‘Por que superdotados (e pessoas que usam demais o cérebro/mente, em geral) costumam precisar de suplementos.

PARTE 1:

De acordo com o Google, superdotados frequentemente têm a capacidade de processar informações e aprender novos conceitos mais rapidamente do que a média… O pensamento acelerado é uma característica comum das pessoas superdotadas. A mente é o conjunto de pensamentos e o cérebro é o órgão que permite e controla o funcionamento da mente; logo, o cérebro dos superdotados naturalmente é obrigado a “funcionar mais”, em quantidade e qualidade, o que exige mais dele. Sabemos que o cérebro de uma pessoa em atividades do dia a dia, para mera sobrevivência, chega a consumir 20% do oxigênio extraído do ar pelos pulmões mas que, em situações de “estresse”, esse consumo pode atingir 50%; de maneira similar, o consumo de nutrientes (vitaminas, minerais, energia, etc.) também aumenta quando o cérebro está sob estresse e o funcionamento regular do cérebro do superdotado potencialmente gera um estado constante de maior estresse cerebral, levando assim a um maior gasto de nutrientes.

Estudos recentes comprovaram que cerca de 80% dos brasileiros “até tentam” comer bem regularmente, mas que apenas uma minoria efetivamente consegue obter a necessária diversidade e qualidade dos nutrientes nos alimentos consumidos; também está bem comprovado que apenas uma minoria da população consome suplementos para suprir as carências alimentares; ou seja, a maioria dos organismos humanos funciona sob múltiplas carências de nutrientes, sendo o desempenho cerebral o mais afetado; e quando o cérebro funciona mal, surgem distúrbios como de atenção, memória/cognição/aprendizado, ansiedade, depressão, etc. Se a população geral já não se alimenta ou suplementa suficientemente para sustentar seus cérebros, imagine os superdotados que têm que sustentar um desempenho cerebral/mental já aumentado/acelerado “por natureza”?

Portanto, é mais que razoável e necessário afirmar que: TODO superdotado precisa de um bom Estilo de Vida para sustentar seu cérebro ou fica mais vulnerável que a população comum a distúrbios do seu funcionamento… E isto inclui de maneira especialmente importante alimentar-se melhor e, na grande maioria das vezes, usar regularmente boa suplementação.

Não parece lógico?

PARTE 2:

PARTE 2 – Suplementos (provavelmente) bons para Superdotados (e quem use demais o cérebro/mente, em geral…)

Agora que já concordamos que a maioria dos superdotados (e quem use demais o cérebro/mente, em geral) PRECISA de alguns suplementos para “sustentar” a atividade cerebral maior e mais acelerada (expliquei no post anterior…), resta saber quais seriam estes, certo?

Os principais são os que o organismo mais precisa “em geral”, para funcionar bem (se o corpo necessita, o cérebro “mais ainda”), que já citei no Capítulo 11 do meu mais novo livro, na página 112: baixe-o gratuitamente agora mesmo no www.DOMINESUASAUDE.com.br (mas também falei deles e de vários outros no icaro.med.br/suplementacao):

✅ Vitaminas C e do Complexo B

✅ Vitamina D (que idealmente deve ser reposta junto a K2, A, B2 e Mg)

✅ Magnésio

✅ Ômega-3 (principalmente o DHA)

✅ Coenzima Q10

Mas há outras substâncias naturais, algumas mais focadas na Saúde Cerebral, que podem também ser bastante interessantes, como:

✅ Creatina

✅ L-glutamina e L-tirosina

✅ L-taurina e L-teanina

✅ Colina

✅ Fosfatidilserina

✅ TCM (triglicerídeos de cadeia média)

✅ GABA

✅ Cafeína (com moderação)

✳️ Crianças e adolescentes costumam poder usar a maioria destas, também.

✳️ Não posso indicar doses por aqui, ok? Só para pacientes, pela necessidade de individualização das mesmas.

Mas lembre-se SEMPRE que só se deve usar suplementos após melhorar os hábitos de vida (ingestão de água, respiração, exercícios, sono, etc.) ou vão funcionar menos, não funcionar ou até trazer efeitos colaterais: no livro explico isto detalhadamente.

*E antes que alguém venha maldosamente “perturbar”, esclareço que este post é para AJUDAR vocês com informações de qualidade, para que saibam o que levar para decidir ou não pelo uso (e como) sob análise/prescrição/acompanhamento dos seus profissionais de saúde de confiança e competentes; a ideia aqui é dar opções, sugerir o que possa ajudar e não dizer que “tudo serve 100% para todos”.

Recentemente, lancei meu 9º livro, TOTALMENTE GRATUITO. Neste livro, apresento o mapa que meus melhores pacientes utilizaram para obter sucesso com uma saúde de qualidade. BAIXE AGORA MESMO! É GRATUITO PARA BAIXAR E COMPATILHAR.

Com o objetivo de assegurar sempre o melhor conteúdo para você, leitor ou leitora, nosso site passa por atualizações constantes. Este post foi atualizado em:

Dr. Ícaro Alves Alcântara

CRM: 11639-DF

Contato: 61 99646 - 7775

(marcação de consultas, inclusive online: pacientes de todo o Brasil e exterior)

Email:

recepção.med@gmail.com

Principal material em SAÚDE

www.icaro.med.br/saude

Entre para nosso grupo no Telegram para receber em primeira mão nossos posts

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que você procura?

DESTAQUE

Receba atualizações sobre saúde no seu email

Inscreva-se para receber dicas incríveis sobre saúde, bem-estar e hábitos saudáveis de vida, além de outros assuntos relevantes na área da saúde. Mantenha-se atualizado para uma vida mais saudável e feliz.